Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

COVID-19
Laguna passa para o estado Gravíssimo conforme dados do Governo do Estado

Publicado em 22/02/2021 às 18:41 - Atualizado em 22/02/2021 às 18:50

15 regiões, incluindo Laguna, estão em estado gravíssimo. Região Carbonífera grave Baixar Imagem

No último final de semana, o estado alcançou a marca de 24.526 mil casos ativos. Laguna, de acordo com o boletim da Vigilância Epidemiológica, 138 casos em tratamento e outros 60 suspeitos. A média é de 15 novos casos por dia e passou para o estado Gravíssimo conforme dados do Governo do Estado. 

 

Os sintomas da infecção podem aparecer entre 2 e 14 dias após a exposição ao vírus.

 

Neste final de semana, o Hospital Senhor Bom Jesus dos Passos emitiu um alerta em sua rede social, solicitou aos cidadãos que em casos gerais leves e sintomas leves de Covid-19, procurem o Centro de Triagem, no bairro Esperança. A Unidade de Terapia Intensiva (UTI), do Hospital de Caridade Senhor Bom Jesus dos Passos, está com sua lotação máxima.

 

 

A indicação da Secretaria de Saúde é que as pessoas saem de casa somente em casos essenciais. “Os cuidados devem ser redobrados neste momento. Atenção com prevenção. Evitar aglomerações”, disse Gabriele Siqueira da Silva, secretária de Saúde. O Governo Municipal está com campanha Xô Coronavírus nas ruas, distribuindo material educativo.

 

 

“A tendência de casos ativos diários se estabeleceu alta, indicando uma nova crescente de casos de COVID-19 em Santa Catarina”, explica a analista de dados Bianca Vieira, do Centro de Operações de Emergência em Saúde, do Governo do Estado.

 

 

Quais são os sintomas da COVID-19?

 

 

Os sintomas mais comuns da COVID-19 são: febre, cansaço e tosse seca.

 

Alguns pacientes podem ter dores, congestão nasal, dor de garganta ou diarreia.

 

Esses sintomas geralmente são leves e aparecem gradualmente.

 

Algumas pessoas são infectadas, mas não apresentam sintomas e não estão doentes.

 

A maioria das pessoas se recupera da doença sem precisar de tratamento especial.

 

As pessoas idosas e as que têm determinadas doenças, como pressão alta, problemas cardíacos ou diabetes, têm maior probabilidade de desenvolver a forma mais grave da COVID-19 e têm dificuldade para respirar.

 

Quanto tempo dura o período de incubação da COVID-19?

 

O "período de incubação" é o tempo entre a infecção pelo vírus e o aparecimento dos sintomas da doença. A maioria das estimativas para o período de incubação da COVID-19 varia de 2 a 14 dias após a exposição ao vírus (contato com uma pessoa infectada)

 

 

Onde fazer o teste gratuito ?

 

No Centro de Triagem do Coronavírus, que funciona na sede da Unidade de Saúde do bairro Esperança, das 7h ás 19h, sem fechar ao meio-dia.    

 

No local são realizados todos os atendimentos de pessoas com sintomas respiratórios, os casos suspeitos são encaminhados para coleta de exames para diagnosticar a COVID-19, além do acompanhamento dos pacientes confirmados em tratamento.    

 

Endereço: Avenida Calistrato Muller Sales, entrar na via ao lado da Confeção Lenis, seguir até a terceira rua à direita.     

 

 

Como são realizados os exames para detecção de COVID-19?

 

Os exames são realizados a partir da coleta de uma amostra do paciente, podendo ser de secreções nasais, aspirados de secreções ou sangue. O tempo necessário para a liberação do resultado depende do tipo de metodologia bioquímica utilizada.

 

Testes rápidos (IgM/IgG) geralmente utilizam sangue, soro ou plasma, e detectam anticorpos.

 

No município de Laguna, desde os primeiros testes rápidos realizados, é utilizada essa metodologia com soro.

 

Para isso, o sangue coletado passa por um processamento de centrifugação. Apesar de ser mais dispendioso em relação a custo, tempo e mão de obra, isso garante resultado com melhor qualidade e precisão.

 

Nos testes RT-PCR geralmente utilizam-se secreções respiratórias, coletadas na nasofaringe. Essa metodologia identifica material genético do vírus, portanto indica infecção ativa da doença. Para isso são coletadas secreções através de um swab, que é uma espécie de “cotonete”, introduzido através das narinas. Posteriormente, são encaminhados para o Laboratório Central – LACEN/SC para análise.

 

Todas duas metodologias são realizadas no centro de triagem do município nos casos suspeitos de COVID-19.

 

O paciente realizará o exame caso o médico identifique sintomas compatíveis para COVID-19.

 

O centro de triagem acompanha todos os casos suspeitos para orientação e monitoramento de sintomas. Todos os pacientes positivos sintomáticos (que apresentam sintomas compatíveis para COVID-19) entram em isolamento por 14 dias e, quando não apresentarem mais sintomas por pelo menos 3 dias, recebem alta como recuperados.

 

Já os pacientes assintomáticos que apresentam teste rápido reagente para COVID-19, são isolados por 7 dias, porque teoricamente estão, no mínimo, 7 dias com a infecção.

 

 

Confira as dicas para se prevenir contra à Covid-19:

 

Lave com frequência as mãos até a altura dos punhos, com água e sabão, ou então higienize com álcool em gel 70%. Essa frequência deve ser ampliada quando estiver em algum ambiente público (ambientes de trabalho, prédios e instalações comerciais, etc), quando utilizar estrutura de transporte público ou tocar superfícies e objetos de uso compartilhado.

 

Ao tossir ou espirrar, cubra nariz e boca com lenço ou com a parte interna do cotovelo.

 

Não tocar olhos, nariz, boca ou a máscara de proteção fácil com as mãos não higienizadas.

 

Se tocar olhos, nariz, boca ou a máscara, higienize sempre as mãos como já indicado.

 

Mantenha distância mínima de 1 (um) metro entre pessoas em lugares públicos e de convívio social. Evite abraços, beijos e apertos de mãos. Adote um comportamento amigável sem contato físico, mas sempre com um sorriso no rosto.

 

Higienize com frequência o celular, brinquedos das crianças e outro objetos que são utilizados com frequência.

 

Não compartilhe objetos de uso pessoal como talheres, toalhas, pratos e copos.

 

Mantenha os ambientes limpos e bem ventilados.

 

Se estiver doente, evite contato próximo com outras pessoas, principalmente idosos e doentes crônicos, busque orientação pelos canais on-line disponibilizados pelo SUS ou atendimento nos serviços de saúde e siga as recomendações do profissional de saúde.

 

Durma bem e tenha uma alimentação saudável.

 

Recomenda-se a utilização de máscaras em todos os ambientes. As máscaras de tecido (caseiras/artesanais), não são Equipamentos de Proteção Individual (EPI), mas podem funcionar como uma barreira física, em especial contra a saída de gotículas potencialmente contaminadas.

 

Fonte: Ministério da Saúde